[ Vox populi vox Dei ]

2013-03-27

« MEDITAR E PENSAR »



Um dos maiores prazeres que posso usufruir, é poder estar no cimo de uma montanha, estando em sintonia de corpo e alma com a Natureza, contemplando a beleza daquilo que nos foi dado, e poder meditar.

Costumo pensar na Filosofia como arte de pensar, saber encadear toda e uma série de raciocínios lógicos, ou análises críticas, a nós mesmos ou àquilo que nos rodeia, para que tudo faça sentido, e que seja possível haver uma opinião ponderada.

Não é à toa que as pessoas que oram com frequência, não aquela oração de repetição, que mais não é do que despejar um rol de palavras muitas vezes sem sentido - nem sentidas - mas aquela oração em que entramos dentro de nós mesmos fazendo uma meditação ou oração, sempre com a certeza de que alguém superior a nós nos ouve, conseguem ser pessoas de espírito crítico muito apurado, não indo em conversas fáceis ou como diz o povo " Vai como as ovelhas", quando alguém faz ou diz conforme todos os outros fazem ou dizem.

A Filosofia é um caminho para a felicidade baseada na razão, em complemento com a religião como caminho para a felicidade baseada no amor.

Acho estes dois caminhos indissociáveis um do outro, e não um complemento, basearmo-nos somente na razão (pensamento científico) sem termos a capacidade de amar nunca se poderá atingir a verdadeira felicidade, continuo a pensar que não é por sermos mais sábios que saberemos melhor amar, mas sim o contrário.





Há uma crise de valores na nossa sociedade, há uma crise de convicções, o que move a sociedade hoje em dia é a imagem daquilo que os outros fazem de nós mesmos, vivemos para parecer aos outros aquilo que não somos, talvez com o intuito de sermos aceites, estamos a ficar vazios de nós mesmos, qual sociedade zombie, que se move só porque o faz todos os dias.

Noto que nos tempos que correm, e na generalidade, que a juventude tem pouca noção do que é ser responsável, e tudo derivará da educação transmitida pelos pais, cada vez com menos conteúdo, sem diálogo, superprotegendo mas não educando!

A responsabilidade obriga-nos a pensar, a utilizarmos o espírito crítico para formularmos opiniões e fazer escolhas, e a Filosofia dá-nos a elasticidade mental para que isso seja possível, sempre coma humildade de admitir que nada sabemos, mas que fazemos tudo para aperfeiçoar o nosso conhecimento.

Peço desculpa por este paleio pouco interessante, mas inspirei-me no pensamento da minha querida Clarice Lispector - a irmã que nunca tive e gostaria de ter tido - que usei como elemento ilustrativo do cabeçalho do post.

Para concluir, aproveito para vos desejar uma boa Páscoa!





2 comentários:

Anónimo disse...

If the gentlewoman is not Concerned to get your ex back
even if he has stirred on to another cleaning lady and does't demonstrate lots stake in your any longer.

Anónimo disse...

[url=http://blue-pil.com/item/viagra.html]online viagra[/url]