[ Vox populi vox Dei ]

2010-07-29

« A CATALUNHA de PARABÉNS!... FIM à BARBÁRIE... »

Brigitte Bardot - sempre na linha da frente
pela
Causa Animal



.




A atriz francesa Brigitte Bardot, conhecida pela defesa dos direitos dos animais, comemorou a decisão do parlamento da Catalunha de proibir as touradas nessa região do nordeste da Espanha a partir do dia 1 de janeiro de 2012.

«É uma vitória da democracia sobre os lobbies taurinos. Uma vitória da dignidade sobre a crueldade. A tourada é de um sadismo incrível. Já não estamos nos jogos circenses e é necessário pôr um fim imediato a esta tortura animal», afirmou a ativista em um comunicado citado pela agência EFE.

A atriz acrescentou ainda que «depois do êxito legítimo desta iniciativa popular, recorreremos à iniciativa cidadã prevista pelo Tratado de Lisboa, pois abolir a barbárie na Europa é um dever moral. Parece-me inútil e doentio orientar o espírito das multidões para espetáculos de sangue e crueldade. Isso só faz alimentar o gosto pela violência que destrói nossa sociedade. A França deve, agora, seguir o exemplo», concluiu Bardot.

O parlamento catalão aprovou, esta quarta-feira, o decreto de proteção dos animais, que implica a proibição das touradas no nordeste da Espanha, a partir de 2012.


6 comentários:

Luisa disse...

Reconheço-lhe esse lado humano defensora dos animais. Já não entendo e repudio o seu outro lado, xenófobo.

Também fiquei feliz com a proibição de touradas na Catalunha.

Devíamos colocar os olhos em Espanha, país de touradas. Nem entendo como a televisão pública transmite tão bárbaro espectáculo.


Beijinho

César Ramos disse...

Uma pessoa que adora e defende incondicionalmente os animais como ela o faz, ao ponto de a apodarem de maluca, não pode ser má pessoa ao ponto da xenofobia no seu pior!

É algo que obedece a estudo! De uma maneira muito generalizada, os franceses são muito racistas! Se calhar, ela não sabe é disfarçar!

Vou começar a estudar a Brigitte Bardot (...)

Também não entendo como a televisão pública transmite este 'espectáculo' como, aliás, outros tipos de 'touradas' que gosta de impingir!

Beijinho

smvasconcelos disse...

Eis uma boa notícia, de facto. A cultura não pode justificar a barbárie, e as touradas são espectáculos medonhos de sadismo, de facto, em que o stress e medo dos animais é evidente. De disvertido, não tem nada a não ser para espíritos com referências de boa formação enviesadas.
bjs,

trepadeira disse...

A bárbarie esteve sempre ligada a tiranos ditadores e fascistas.
Cultura não pode,nem sequer,ser invocada.
Faltam príncipios mínimos de educação.
Vamos esperar.Estou disponível e entusiasmado para empurrar a bola de neve.
Merecem-me muito mais respeito os animais do que me merecem alguns ditos humanos.
Um abraço,
mário

Marilu disse...

Sempre achei um absurdo Touradas, e sou filha de portugueses, e eles adoravam. Acho desumano o que fazem com os pobres animais. Sempre torci para o touro. Graças a Deus alguem teve juizo na Espanha...Beijocas

relogio.de.corda disse...

Lembro-me da BB naquela polémica da caça às focas... Esta mulher, que foi um ícone de beleza nos anos 60 e 70, foi e continua a ser MESMO uma verdadeira amante e defensora da raça animal.
Brigitte Bardot, les animaux , c'est ta raison d'être, como diz a canção.