[ Vox populi vox Dei ]

2010-03-03

« A QUEDA DE UM... "MITO" ! »


.
A superpotência americana está a perder a confiança no seu ex-líbris: o dólar. Está a perder a confiança na sua moeda, um verdadeiro risco para a Economia e estabilidade mundiais.
.
Sempre que há um problema no planeta Terra, o dólar valoriza. O facto do Dubai já não conseguir pagar as suas dívidas é indiferente, ou se a Grécia estar tão irremediavelmente endividada que já se pondera a sua exclusão da zona Euro!
.
Em alturas de crise como a que atravessamos o dólar tem sido sempre um porto seguro, como o meio perfeito de combater o fogo da crise. Afinal, por detrás das notas verdes está a maior economia do planeta, a última superpotência que resta: os Estados Unidos da América.
.
Sempre foi assim, mas será que irá ser sempre assim? Talvez não. A dúvida quanto ao futuro do dólar como divisa internacional é crescente, desde há bastante tempo.
.
Há quase uma década que o valor externo da moeda norte-americana tem vindo a baixar drasticamente.
.
No ano 2000, um dólar americano valia 1,20 €, enquanto hoje, nem chega a metade! O Mundo está a ficar intranquilo. Os Estados Unidos devem dinheiro a quase todos os países (...) agora, os seus fiadores duvidam da capacidade de pagamento da Nação e, com ela, a sua moeda - o Dólar!
.
Porém, o que irá acontecer à Economia mundial se o dólar continuar instável? O que irá acontecer ao dinheiro que está nos Bancos?
.
Os especialistas temem que o fogo se alastre: quase todas as matérias-primas, investimentos e negócios bancários, são feitos na base da moeda de referência do dólar. Também,... muitos outros Estados, como o Iraque, o Dubai ou... até a China Comunista, têm a sua moeda "emparelhada" ao dólar americano.
.
Os bancos americanos que contraíram dívidas em divisas estrangeiras, podem vir a entrar em colapso, e arrastar outros com eles.
.Há ainda o risco de se desencadearem guerras comerciais entre os países (...)
.
Os americanos "imprimem" dinheiro, e tudo farão para voltar a activar a economia, mesmo que isso signifique a destruição do próprio dólar. A China é um dos países que está a tirar proveito das variações do dólar, muito embora tenha bastante a perder, caso a situação de queda continue; esta potência tem enormes reservas em divisas, sendo assim o maior financiador da América! Entretanto, a China já pondera se este "tesouro", em grande parte investido em acções estatais americanas, não irá também perder rapidamente o seu valor.
.
Assim, o país está neste momento a comprar massissamente matéria-primas como petróleo, cobre - e claro, ouro!
.
O precioso metal tem vindo a aumentar de valor de forma extraordinária com a respectiva descida do dólar, e dá para pensar nas nossas "esquecidas" e avantajadas reservas de ouro, das quais não se tem dado grandes notícias e, dir-se-ia que algo de promissor traria aos nossos ansiosos espíritos sempre confrontados com tantas atoardas deficitárias!
.Afinal..., temos a "poção mágica" em casa - Banco de Portugal -, ou o ouro para nós, pobres afortunados, de nada serve!?
.
Há outros países a trocar para o ouro como divisa internacional. Quando o Fundo Monetário Internacional decidiu vender 400 toneladas de ouro, a Índia comprou metade de uma só vez!
.
Tratou-se de uma oportunidade de trocar sete mil milhões de dólares pelo valioso metal precioso.
.
A América pretende uma moeda mais forte, que lhe facilitasse o pagamento das suas contas de petróleo. Porém, não o consegue fazer, vendo-se obrigada a continuar a emitir notas para continuar a ser aceite como principal divisa no estrangeiro.
.
Ninguém pretende admitir uma evidência: os milhões de 'perfeitos' dólares falsificados que circulam em todo o mundo e, particularmente, na Nigéria!
.Respira-se - sufoca-se - o conhecimento na medida em que o 'Rei vai Nú'... na atmosfera do dólar falso que alimenta economias paralelas pelos "bas-fonds" internacionais, designadamente nos labirintos aficanos e... no Oriente!
.
Salvaguardando a decência das políticas e não querendo comparações com o Nazismo, há que, sem preconceitos, lembrar o Hitler e os seus famosos Marcos falsos [verdadeiros] com que pagava aos colaboracionistas!
.
Recorde-se o tristemente célebre espião Cícero, que recebeu os honorários de Hitler em notas falsas, sentado no banco dos réus não como "bufo" nazi [falta de provas]... mas, por ser portador de uma imensa fortuna em moeda falsa alemã.
.
É dos livros que Hitler não pretendia o 'golpe do baú' como reles plano para ludibriar meia dúzia de pacóvios com dinheiro 'marado'...! O sentido de tudo isto, ia muito mais longe...! Na medida em que, depois da sua desejada vitória sobre o Mundo, o "seu" dinheiro na mão dos outros de nada lhes valeria (...) razão pela qual, muitas das barras das reservas de ouro portuguesas estarem 'cunhadas' com a Cruz Gamada.
.
O Dr. Oliveira Salazar (neutral na II Guerra Mundial) , nos seus negócios de Estado com o governo alemão e conhecedor das 'engenharias financeiras' do Fuhrer, jamais aceitaria pagamentos em moeda falsa! (...)
.
Exigiu sempre pagamento "cash"... e em barras de ouro!
Podem consultar a historiadora Irene Flunser Pimentel,
prolífica Autora de obras sobre o
"Estado Novo"
.
Imagens: Seleccionadas na Internet

1 comentário:

Palma disse...

Muito interessante, como sempre, este post do Cesar sobre a «massa» que domina o nosso velho Mundo.E o Dólar a descer.... Abraço - Palma