[ Vox populi vox Dei ]

2009-12-31

AO ESPELHO... DA INDIGNAÇÃO...!

RUY BARBOSA
.
Estremeceu a Justiça; viveu no Trabalho; e não perdeu o Ideal
.
(Epitáfio escrito pelo próprio, para a sua pedra tumular)
.
(1849 - 1923)
.
De tanto ver triunfar as nulidades,
De tanto ver prosperar a desonra,
De tanto ver crescer a injustiça,
De tanto ver agigantarem-se os poderes
Nas mãos dos maus,
O homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,
A ter vergonha de ser honesto.
.[Trecho de discurso de Ruy Barbosa há 100 anos atrás]




.
Rolando Boldrin interpreta Poema de Cleide Canton
.
Título
.
SINTO VERGONHA DE MIM
.
Sinto vergonha de mim
Por ter sido educador de parte desse povo,
Por ter batalhado sempre pela justiça,
Por compactuar com a honestidade,
Por primar pela verdade
E por ver este povo já chamado varonil
Enveredar pelo caminho da desonra.
.
Sinto vergonha de mim
Por ter feito parte de uma era
Que lutou pela democracia,
Pela liberdade de ser
E ter que entregar aos meus filhos,
Simples e abominavelmente
A derrota das virtudes pelos vícios,
A ausência da sensatez
No julgamento da verdade,
A negligência com a família,
Célula-mater da sociedade,
A demasiada preocupação
Com o "eu" feliz a qualquer custo,
Buscando a tal felicidade
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.
.
Tenho vergonha de mim,
Pela passividade em ouvir,
Sem despejar meu verbo,
A tantas desculpas ditadas
Pelo orgulho e vaidade
Para reconhecer um erro cometido
A tantos floreios para justificar
Actos criminosos
A tanta relutância
Em esquecer a antiga posição
De sempre "contestar",
Voltar atrás
E mudar o futuro.
.
Tenho vergonha de mim
Pois faço parte de um povo
Que não reconheço, enveredando por caminhos
Que não quero percorrer...
.
Tenho vergonha da minha impotência,
Da minha falta de garra,
Das minhas desilusões
E do meu cansaço.
.
Não tenho para onde ir
Pois amo este meu chão,
Vibro ao ouvir meu Hino
E jamais usei a minha Bandeira
Para enxugar o meu suor
Ou enrolar meu corpo
Na pecaminosa manifestação
De nacionalidade.
.
Ao lado da vergonha de mim,
Tenho tanta pena de ti,
Povo brasileiro.
.Dados biográficos e
legenda:
.
- Ruy Barbosa foi Jurista, Político, Diplomata,
Escritor, Filólogo, Tradutor e Orador brasileiro.
Fotos: recolhidas na net
Vídeo: gravado em 'celular' pelo autor do blog
.
Nota: «Qualquer semelhança com outras situações, será subjectiva e entendida como mera coincidência.»

5 comentários:

Luisa Moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zé Manel disse...

Se tivesse termindo a dizer "Tenho tanta pena de ti, povo portugês", assentava como uma luva!

Anónimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ vente viagra
http://commanderviagragenerique.net/ vente viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ costo viagra

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ vente cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ vendita cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ comprar cialis

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ commander viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra generico