[ Vox populi vox Dei ]

2009-03-09

«A PORTUGUEZA»

M A R C H A

Poesia de H.Lopes de Mendonça.
Música de A.Keil.

I

Heroes do mar,nobre povo,
Nação valente, immortal,
Levantae hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memoria,
Oh Patria sente-se a voz
Dos teus egregios avós,
Que ha-de guiar-te à vitória!

Às armas, às armas!
Sobre a terra, sobre o mar,
Às armas, às armas!
Pela Pátria luctar!
Contra os canhões marchar, marchar

II

Desfralda a invicta bandeira
A luz viva do teu céo!
Brade a Europa à terra inteira:
Portugal não pereceu!
Beija o sólo teu juncudo
O Oceano, a rugir d'amor,
E teu braço vencedor
Deu mundos novos ao mundo!

Ás armas! sobre a terra, sobre o mar,
Pela patriaa luctar!
Contra os canhões marchar!

III

Saudae o Sol que desponta
Sobre um ridente porvir,
Seja o echo de uma affronta
O signal do resurgir.
Raios d'essa aurora forte
São como beijos de mãe,
Que nos guardam, nos sustêm,
Contra as injurias da sorte.

As armas! sobre a terra, sobre o mar
Pela patria luctar!
Contra os canhões marchar!

Nos finais do Séc. XIX estudantes e jovens militares adoptaram esta 'Marcha' como
Hino para exaltar o patriotismo. Oportunamente numa alusão ao humilhante Ultimatum
Inglês. Mais tarde, em 1911, adoptou-se A Portugueza até à actualidade. Foi mudando,
ortograficamente (só), com o evoluir da Língua. Oiço por aí rumores para mudar o HINO!! Talvez por
falar em Armas e, se calhar não ter Licença de Uso e Porte de Arma! A Europa não deve
querer que tenhamos este vibrante GRITO que, só terá, no Mundo,paralelo na Marselhesa! É que mais nenhum mexe com os sentimentos para além destes dois!
Será que a França também estará disposta a meter o Hino não sei lá em que sítio é que
querem que se metam os hinos? Vibrante é, também,a "Internacional"!! Não gostemos da
filosofia, ou da letra, mas musicalmente tem muita força! Mais força que os trabalhadores demonstram (não) ter, ao deixarem-se pisar paulatinamente por estes modernos e globalizantes
Senhores que devem querer impôr-nos algum hino da UEFA como denominador comum, já que é
o único "Ideal" que parece mexer com as pessoas!!

A Humanidade está a precisar de um grande penalty por se encontar desta feita tão 'fora de jogo'...

Meus Senhores/as! Olhem para a letra em português antigo:(...)"Brade a Europa à terra inteira: Portugal não pereceu!"...

Será que ainda se está a tempo? ou somos já um "ALFOBRE" de urtigas? mas olhem que as
urtigas picam ...

3 comentários:

Moi-même, celui de droite! disse...

Eu cá por mim, e desde há muitos anos, quando canto este hino patriótico, substituo o "Contra os canhões marchar, marchar" por "contra o PS, marchar, marchar"!

Saudoso disse...

Em matéria de hinos, ainda vou preferindo este:
Hino da Mocidade Portuguesa
Lá vamos cantando e rindo
Levados levados sim
Pela voz do som tremendo
Das tubas clamor sem fim

Lá vamos que o sonho é lindo
Torres e torres erguendo
Clarões, clareiras abrindo
Alva de luz imortal
Que roxas névoas despedaçam
Doiram os céus de Portugal

Querer querer e lá vamos
Tronco em flor estende os ramos
À mocidade que passa

Cale-se a voz que turbada
já de si mesmo, se espanta.
Cesse dos ventos, a infâmia
ante a clara madrugada,
em nossas almas nascida.

E por ti, ó Lusitânia,
corpo de Amor, Terra Santa.
Pátria, serás celebrada
e por nós, serás erguida.
Erguida ao alto da Vida.

Lá vamos, cantando e rindo...

Saudoso disse...

Já agora, e a talhe de foice... (foice??? foica-se!)

Minhas botas, velhas, cardadas
Palmilhando léguas sem fim
Quanto mais velhinhas e estragadas
Tanto mais vigor sinto em mim
Pelos vales, montes e montanhas
Passo lesto, com afoiteza
Deus nos guia, Deus nos acompanha
Descobrindo a natureza