[ Vox populi vox Dei ]

2009-03-14

GAMBOZINOS

(...) serão aves imaginárias a capturar numa sarapilheira segura nas mãos de um incauto, que se dispõe a ficar à espera que entrem no saco, na sequência de os autores da Praxe espantarem a 'caça' na direcção do ingénuo...

Muito depois, o praxado dá-se conta da 'partida', desiste, mas vai ter de suportar com muito "fair play" todo o apedrejar de gozo, até à literal lapidação ...

Aplicaram-me esta 'receita' aos 6 anos de idade! Ao ficar sózinho de saco em punho, tive medo da solidão e pirei-me logo, na hora!

Ainda hoje (mais de 50 anos passados), os autores frustrados da gracinha acham que fui muito esperto ao largar a 'caçada' por não acreditar naquilo! Qual quê... tive
foi medo ... mas, nunca dei o braço a torcer! (espero que eles não leiam este post!)

(...) assim, conheci Condecorados; da mesma maneira como ainda hoje mantenho o meu Estatuto de Menino e Moço Herói!

Com que então, Caça aos Gambozinos! ... até parece este " Filme " que se tem vindo a
apresentar desde há anos (e, continua) na Caça ao Voto!

Deixem mas é o saco de lado, caso contrário o gambozino a depenar já se sabe qual irá
ser! (...) pelo menos, enquanto durar esta espécie de gripe das aves ... que, esperemos, não dê em Pandemia "à séria" ...

1 comentário:

Moi-même disse...

Gambozinos... faz-me lembrar uma excursão à serra da Estrela, em que íam alunos do Pedro Nunes e do Gil Vicente...
Lá fui escolhido por ser o mais ingénuo, mas desconfiei de algo de que nunca tinha ouvido falar, e... não alinhei como eles queriam: deixar-me no escuro com um saco na mão.
Mas foram uns dias divertidíssimos, com emissores-receptores do exército, para os diversoso grupos formados para as excursões em plena serra.
Tudo incluído, autocarro, comida e dormida, deve ter custado nessa altura, 1960,61, un dez escudos por aluno.
E ainda foram uns dias...
Claro, patrocinado pela Mocidade Portuguesa.
Belos tempos, belas estruturas!